Boletim Informativo

Cadastre seu e-mail abaixo e receba nossos informativos:

» » » » Para que serve o coaching?


Excesso de trabalho, falta de tempo para se divertir, para os amigos e até para a família são fantasmas que rondam o homem contemporâneo e resultam em doenças, como estresse e depressão. Mas existem diversas técnicas para combater esses fantasmas e ter uma vida equilibrada. Dentre essas técnicas está o coaching.

O psicofisiologista e coach ontológico Marcello Árias Dias Danucalov explica que o coaching é um processo de autoconhecimento e desenvolvimento pessoal. "Essa técnica possibilita um aumento de desempenho e implementação de ações que aproximam o coachee [pessoas que contrata o serviço] de seus objetivos".


Danucalov ressalta que o coach trabalha em conjunto com o coachee na busca pela realização de suas metas a curto, médio e longo prazo. "O processo tem início, meio e fim, com um período de duração definido em comum acordo entre o coach e o coachee, em sintonia com as metas desejadas".


A identificação e o uso das competências próprias da pessoa, que até então estavam esquecidas ou pouco desenvolvidas é o "primeiro passo" do coaching. Além disso, há o reconhecimento e a superação dos hábitos limitantes e de suas crenças disfuncionais. "O coaching baseia-se no conceito de que todas as pessoas têm potencial para solucionar suas questões, cabendo ao coach utilizar técnicas comprovadamente eficazes na mobilização comportamental do cliente, possibilitando que ele tome contato com seus hábitos e pensamentos automáticos que são, muitas vezes, auto-sabotadores e descubra suas potencialidades para auxiliá-lo a determinar o que, onde, como e quando gostaria de realizar em sua vida", explica Danucalov.

A também coach ontológica e especialista em Medicina Comportamental Káritas de Toledo Ribas lembra que o coaching pode fazer uso de inúmeros instrumentos advindos de diversas áreas do saber, além daquelas específicas do coaching. "O coach pode utilizar técnicas da psicologia cognitiva, da psicologia comportamental, da medicina comportamental, técnicas psicodramáticas, da filosofia clínica, atreladas à neurociência e a psicofisiologia".

Apesar de ser uma técnica relativamente recente, Káritas explica que o coaching apresenta uma vasta literatura científica que comprova sua ampla aplicabilidade. "Esta técnica tem sido exaustivamente aplicada em diversos setores, tais como o corporativo, educacional e na área da saúde. Existe coaching aplicado aos familiares de crianças portadoras do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, para portadores de distúrbios do humor, aplicado na área de esportes de alto rendimento, aplicado a aprendizagem, objetivando a aquisição de uma melhor memória, aplicado aos programas de perda de peso e para performances em geral", esclarece a especialista.

Confira cinco dicas para não errar na contratação de um processo de coaching:

1. Checar a boa formação do coach, verificando inclusive quais suas atividades antes de tornar-se coach – pois essa profissão é relativamente recente;

2. Verificar sua formação acadêmica;

3. Buscar referências de trabalhos realizados;

4. Solicitar resultado de avaliação de trabalhos anteriores;

5. Perguntar sobre a metodologia que será usada no processo 

Por: Redação Administradores com Assessoria

Vote e ajude o Portal Gestão de Pessoas a Crescer 
Deixe-nos saber o que achou do Artigo, faça um comentário!

Quer postar seus Artigos no Portal Gestão de Pessoas?
É simples, encaminhe-o junto à um mini curriculum para o e-mail - admvanderlei@yahoo.com.br

Postador Vanderlei Moraes

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

1 comentários:

  1. Bom dia...
    Tendo como base a matéria exposta, o mesmo texto se refere em dicas para a contratação de um processo de coachiong...
    Mais especificamente o item 2 refere na VERIFICAÇÃO DE SUA FORMAÇÃO ACADÊMICA...
    A pergunta se resume na seguinte....
    Em se tratando de formação basilar, para que posteriormente o profissional formado adquira o título de COACH, que pode aquirir tal título???
    O profissional formado e Psicologia? Administração?
    Trata-se de um título que comporta uma série de formação basilar?
    Fico no aguardo de maiores esclarecimentos.
    Grato

    David Stadelhofer

    ResponderExcluir

Primeiramente obrigado por acessar o Portal Gestão de Pessoas, e por participar deixando seu comentário ou pergunta.

Caso seja necessário estaremos moderando e respondendo seu comentário e/ou pergunta. Seja cordial no que escrever e veja se sua dúvida já não foi questionada e respondida em outros comentários ou artigos no site.

Agradecemos sua visita e volte sempre!

Vanderlei Moraes
Administrador do Portal