Boletim Informativo

Cadastre seu e-mail abaixo e receba nossos informativos:

» » » » 8 deslizes na entrevista de emprego

Consultora de recrutamento e seleção fala sobre equívocos clássicos que prejudicam o candidato em um processo seletivo.

Por Rômulo Martins
Fonte:Empregos.com.br

Deslizes na entrevista de empregoA ânsia por convencer o recrutador de que você é o   candidato ideal para ocupar a vaga de emprego disponível, muitas vezes, leva-o  a pecar pelo excesso. Quando não, você opta por se comportar de maneira contida,  e deixa de mostrar as competências e habilidades essenciais ao cargo. Resultado:  é eliminado por falta de iniciativa.


Consultora de recrutamento e seleção da Ricardo Xavier Recursos Humanos, Thais Pontin revela as falhas mais comuns que podem desclassificar o candidato em uma  entrevista de emprego.
Assista ao vídeo


1. Falar muito ou pouco

O correto é responder a pergunta do recrutador com objetividade. Falar  demais torna a entrevista cansativa e você corre o risco de ser prolixo,  característica condenada pelos selecionadores. Ser monossilábico também  atrapalha. É preciso esclarecer como você lida com situações do dia a dia e os  resultados alcançados nas experiências profissionais anteriores ou atual.


2. Usar roupas inadequadas

Mulheres com trajes muito decotados, apertados ou saias curtas correm o  risco de chamar a atenção mais para si do que para o conteúdo. Maquiagem  carregada ou acessórios chamativos também não combina para a ocasião. Para os  homens a recomendação é não deixar a barba por fazer, cuidar do cabelo e não ir  à entrevista de roupa esportiva. “Vá de social”, diz a consultora Thais Pontin.


3. Chegar atrasado

É necessário se programar para não chegar à entrevista após o horário  combinado. “O gestor da área ou a consultoria disponibilizou um horário para  você. Chegue com antecedência, pois o atraso desqualifica o profissional”,  adverte Thais.


4. Supervalorizar-se

No cara a cara com o recrutador o candidato expõe suas competências de  maneira exagerada acreditando, assim, impressionar o entrevistador. Para Thais,  a atitude não é bem-vista. “Alguns candidatos querem mostrar que sabem fazer  tudo, já aprenderam tudo e não há nada mais a aprender.”


5. Responder algo que não foi perguntado

Caso não compreenda a pergunta do recrutador seja honesto e peça para  repetir a questão. “Divagar sobre algo que não tenha sido questionado também é  uma falha que não deve ser cometida. É preciso atenção”, avisa Thais.


6. Gesticular exageradamente

Alguns gestos tiram o foco do recrutador para o que você diz. O jeito de  sentar também revela muito sobre você. Conforme Thais, uma postura inadequada  pode mostrar desinteresse pela vaga de emprego.


7. Mentir na entrevista

Segundo a consultora Thais Pontin, o recrutador é minucioso ao checar o  histórico profissional do candidato. “Qualquer estranheza é motivo para  investigar melhor a vida do candidato. Muitas vezes ele cai em contradição, o  que acaba queimando a oportunidade dele no processo.”


8. Falar mal da empresa anterior

Reclamar de empresas anteriores na entrevista não pega bem. “É de lá que vem  suas referências profissionais, foi lá que você construiu sua carreira. Falar  mal leva o entrevistador a pensar duas vezes antes de contratar você”, avisa  Thais. Todavia, o candidato não deve inventar o motivo de saída dos seus  empregos. “Mantenha o jogo aberto”, orienta a consultora. Com profissionalismo,  é claro.

Siga os posts do Gp Portal no Twitter @gp_portal




Postador Vanderlei Moraes

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta

Primeiramente obrigado por acessar o Portal Gestão de Pessoas, e por participar deixando seu comentário ou pergunta.

Caso seja necessário estaremos moderando e respondendo seu comentário e/ou pergunta. Seja cordial no que escrever e veja se sua dúvida já não foi questionada e respondida em outros comentários ou artigos no site.

Agradecemos sua visita e volte sempre!

Vanderlei Moraes
Administrador do Portal