Boletim Informativo

Cadastre seu e-mail abaixo e receba nossos informativos:

» » Remuneração Estratégica



Só faz sentido falar em remuneração estratégica se a empresa tiver uma estratégia bem definida de negócios.  As políticas de administração da remuneração seguem as estratégias dos negócios.  Se a empresa tiver uma estratégia de negócios, a definição de uma estratégia em remuneração fica fácil.

Alguns exemplos de pontos importantes a serem avaliados para a definição das estratégias de remuneração são enumerados a seguir.

1 - Cultura da empresa em relação à aceitação e disposição para correr riscos

Vale a pena ser mais flexível e ágil na definição das remunerações, para obter melhores resultados? 

2 - Filosofia de gestão da empresa nas áreas de negócios e de recursos humanos

Programas de incentivos têm chance de funcionar?

3 - Situação econômico-financeira

A empresa pode bancar uma política de remuneração mais flexível e alinhada com seus objetivos de negócios? 

4 - Estágio de desenvolvimento ou idade organizacional da empresa

A empresa jovem aceita discutir mudanças, ou faz mudanças até sem discutir.

A empresa em crescimento aceita correr riscos.

A empresa na plenitude do seu potencial quer discutir antes os benefícios de qualquer mudança.

A empresa estável vai pensar muito antes de fazer qualquer mudança.

A empresa burocrática vai demorar muito para aceitar apenas mudanças cosméticas.

Na empresa “despencando morro abaixo”, mudanças talvez só serão possíveis com um novo dono.

Em cada fase ou estágio, a estratégia precisa ser coerente com as necessidades da empresa para atingir seus objetivos estratégicos.

5 - Perfil dos principais executivos

Qual o estilo dominante dos principais executivos? Eles tendem a ser empreendedores (visionários, forjadores do futuro) ou estão mais para chefes de pessoal à moda antiga (controladores de pessoas, defensores ardentes do status quo)?

Empreendedores aceitam implementar estratégias que levam à manutenção de um quadro de pessoal enxuto e de alto desempenho.

“Controladores de pessoas” adotam estratégias que geralmente resultam em um quadro de funcionários inchado e uma folha de pagamento idem.

Há muitas variáveis relacionadas com a forma como o negócio é gerido que devem ser analisadas para a definição das estratégias de remuneração.

Fonte: promerito.com.br - contato@promerito.com.br

Postador Portal Gestão de Pessoas

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta

Primeiramente obrigado por acessar o Portal Gestão de Pessoas, e por participar deixando seu comentário ou pergunta.

Caso seja necessário estaremos moderando e respondendo seu comentário e/ou pergunta. Seja cordial no que escrever e veja se sua dúvida já não foi questionada e respondida em outros comentários ou artigos no site.

Agradecemos sua visita e volte sempre!

Vanderlei Moraes
Administrador do Portal