Boletim Informativo

Cadastre seu e-mail abaixo e receba nossos informativos:

» » » » » » Comunicar para "Incluir"

A comunicação é a área de conhecimento que emprega os processos necessários para garantir a geração, coleta, distribuição, armazenamento, recuperação e destinação final das informações de forma oportuna e adequada. Os processos de gerenciamento das comunicações fornecem as ligações críticas entre pessoas e informações que são necessárias para comunicações bem-sucedidas.
Os gestores podem e devem gastar um tempo excessivo na comunicação com a equipe , partes interessadas, cliente e patrocinador e qualquer outra pessoa interessada que esteja envolvida no processo a ser tratado. 

Uma Equipe pode ser conceituada como um grupo de pessoas com aptidões complementares, comprometidas com um objetivo comum, portanto, coesas, e que desempenham um trabalho interdependente de maneira eficaz e são coletivamente responsáveis pelos resultados. Nelas ninguém põe a culpa no outro. Segundo John Byrne, na Business Week: “As equipes são o componente essencial das empresas do futuro
Destacamos abaixo algumas etapas importantes para uma boa comunicação:

Planejamento: Um fator importante para o sucesso na Comunicação é identificar as necessidades das partes interessadas e determinar uma maneira adequada para atender a essas necessidades. Após esse primeiro passo, efetiva-se o Planejamento que guiará o Gestor nas suas atividades macros do dia a dia


Distribuição das informações A distribuição das informações envolve colocar as informações à disposição das partes interessadas no momento oportuno. A distribuição das informações inclui implementar o Planejamento elaborado, além de responder às solicitações de informações não previstas.

Gerenciar as partes interessadas O gerenciamento das partes interessadas se refere a gerenciar as comunicações para satisfazer as necessidades das partes interessadas e resolver problemas com elas. O gerenciamento ativo das partes interessadas aumenta a probabilidade de um projeto não se desviar do curso em função de problemas não resolvidos , aumenta a capacidade das pessoas operarem em sinergia e limita as interrupções durante o projeto. Em geral, o Gestor é o responsável pelo gerenciamento das partes interessadas.

A partir dos avanços tecnológicos e acesso de todas as camadas sosciais a informação, a forma como geri-la e o cuidado em como comunicar assuntos que sejam pertinentes a Organização e a Cidadania de uma maneira geral, aumenta na mesma proporção.

Atualmente, algumas Organizações já possuem Departamentos como foco exclusivo nesse tema. São os Departamentos de Comunicação Interna que, eventualmente, fazem também o papel de se comunicar com o publico externo. Porem, com abordagens e expectativas de resultados diferenciados. 

Para iniciarmos o processo de “Inclusão” proposto por Will Schutz temos que ter em mente que a comunicação de forma clara e objetiva é um componente fundamental para garantir o início do processo. Organizações que não pratiquem a política de “portas abertas” não conseguem resultados satisfatórios na aplicação da Técnica.

O processo de “Inclusão, Controle e Abertura” deve ser assimilado primeiro corporativamente. Dessa maneira, encontramos os patrocinadores necessários para disseminação da cultura e multiplicação de ideais. 

Na próxima semana iniciaremos a dissertar sobre o primeiro passo: “A inclusão”. Convido a todos a se incluírem nesse maravilhoso Universo criado por esse grande Mestre.

Postador Dea Pacheco

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta

Primeiramente obrigado por acessar o Portal Gestão de Pessoas, e por participar deixando seu comentário ou pergunta.

Caso seja necessário estaremos moderando e respondendo seu comentário e/ou pergunta. Seja cordial no que escrever e veja se sua dúvida já não foi questionada e respondida em outros comentários ou artigos no site.

Agradecemos sua visita e volte sempre!

Vanderlei Moraes
Administrador do Portal