Boletim Informativo

Cadastre seu e-mail abaixo e receba nossos informativos:

Por Leonardo Marioto

Cultura Organizacional

O hábito de uma pessoa, o que ela gosta de fazer, gosta de escutar, com quem ela gosta de interagir, como ela se comporta a determinadas situações, como ela reage a determinados problemas, se é mais flexível ou inflexível consigo mesma,
quais são os seus valores e normas para se viver a vida, se é mais motivada ou não, com que rapidez consegue se adaptar às mudanças em novos ambientes e etc., tudo isso é dado por suas características não palpáveis individuais, que nada mais é, que sua personalidade.


A cultura organizacional são as normas, os valores, o conjunto de diretrizes dadas a uma organização, compartilhados por todos os membros dela. Ela reflete as características não palpáveis das empresas, como quais são os valores que ela propõe aos seus participantes para que eles possam se apoiar e seguir, ou quais os comportamentos da empresa em frente a novos problemas. Diz se uma empresa é mais flexível com seus funcionários em relação à criatividade ou não, se é uma empresa que apoia a autonomia de seus empregados ou não. Todas essas características que orientam  o comportamento, principalmente ao enfrentarem problemas, de seus membros faz parte da cultura de uma empresa.

Ela representa o modo particular de uma organização funcionar e a maneira pela qual ela irá fazer os seus membros se interagirem.

Cada organização possui a sua cultura organizacional particular, ela é uma das coisas mais importantes para nós sabermos quando pretendemos ingressar em uma determinada empresa, pois saberemos, na medida do possível, como será o nosso ambiente de trabalho, como é o sistema de hierarquia ou a quem deveremos obedecer, entre outras coisas. Estar em uma organização atuando efetivamente nela, é estar incorporado profundamente em sua cultura organizacional.

Cultura Organizacional e Liderança Eficaz

Como vimos, a cultura organizacional está relacionada com os aspectos psicológicos vividos dentro de uma empresa. Esta cultura poderá ter um caráter motivador ou regido pelo medo, ela pode estar sendo vivenciada de maneira positiva a favor dos empregados e consequentemente, da organização, ou poderá estar sendo um fator determinante para a péssima qualidade motivacional da empresa. Cada empresa possui sua maneira de ser e agir, não podendo se dizer que esta é melhor do que aquela em termos de cultura, mas sim qual cultura você se adapta melhor. É claro que temos algumas empresas que são extremamente rígidas com os funcionários, que são extremamente padronizadas com seus sistemas e métodos, como fábricas. Entretanto muitas vezes, ter um trabalho monótono faz parte deste processo para que as coisas sejam feitas, pois algumas tarefas não possuem outra forma de serem desempenhadas.

Felizmente, temos culturas organizacionais voltadas para o ser humano. Elas são direcionadas para o bem estar dos funcionários, onde se tornam empresas mais fortes. Elas não possuem um padrão a ser seguido, muito menos exigem que seus funcionários se tornem padronizados. Dão maior valor a diversidade e a diferenciação das pessoas, e com isto, conseguem muito mais inovação e criatividade.

É de extrema importância, que pessoas certas façam o trabalho certo, para que esta cultura seja voltada para o ser humano. Ela deve estar direcionada ao aprendizado, para que se desenvolvam as diversas competências e habilidades individuais, deve estar verdadeiramente comprometida com isto. E, para que pessoas certas façam o trabalho certo, necessitamos de líderes verdadeiros e eficazes. Estes líderes impulsionam seus liderados em busca dos objetivos. Ele afeta a cultura de maneira positiva e por ela é afetado.

Existem muitas teorias que definem a liderança. Em minha opinião, não existe uma definição e nem uma receita básica para se conquistar uma liderança realmente verdadeira e eficaz. Muitos acreditam que pessoas com cargos importantes e de chefia podem ser consideradas como líderes. Erroneamente são, mas não podem. Líderes fazem com quem suas ideias sejam seguidas por livre e espontânea vontade, eles não impõem suas crenças de maneira autoritária e inflexível.

Dentro deste contexto, existem grandes diferenças que são extremamente importantes e opostas para podermos identificar os líderes verdadeiros daqueles que se fazem destes.

Líderes verdadeiros como já foram dito, são pessoas extremamente comprometidas com o negócio e objetivos da empresa. Não colocam seus objetivos individuais na frente dos objetivos organizacionais, e lideram para as pessoas. Encorajam-nas, oferecem motivação além de suas forças, fazem-nas acreditar que é possível conquistar os objetivos, e por fim, não utilizam as palavras ‘’eu consegui’’, mas sim, nós conseguimos. Eles sabem que se formando uma equipe chega-se muito mais longe, do que quando decidem caminhar sozinhos.

A cultura organizacional deve estar voltada para o desempenho máximo, não se esquecendo de jamais dos problemas dos funcionários, sabendo que eles continuam seres humanos quando estão trabalhando, e o líder deve estar preparado para manter está mentalidade por toda a empresa. Se uma dessas duas coisas não estiver de acordo, uma delas terá que abdicar o espaço, a cultura ou o líder. Se for uma cultura atrasada mentalmente, esta deve ser mudada, porém não será uma tarefa fácil, mas com muito esforço e dedicação poderá ser possível. Agora se a cultura estiver no caminho certo, e o líder que está sendo narcisista demais com seus caprichos, este deverá ser demitido, pois ninguém é maior que uma corporação inteira.

Bibliografia: CHIAVENATO, Idalberto.Recursos Humanos - O capital humano das organizações; São Paulo, editora Campus, 2009.

Postador Leonardo Marioto

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta

Primeiramente obrigado por acessar o Portal Gestão de Pessoas, e por participar deixando seu comentário ou pergunta.

Caso seja necessário estaremos moderando e respondendo seu comentário e/ou pergunta. Seja cordial no que escrever e veja se sua dúvida já não foi questionada e respondida em outros comentários ou artigos no site.

Agradecemos sua visita e volte sempre!

Vanderlei Moraes
Administrador do Portal