Boletim Informativo

Cadastre seu e-mail abaixo e receba nossos informativos:

» » » » » Compreendendo a nós mesmos e nossas relações. Postado por Dea Pacheco


A Teoria do Elemento Humano destaca alguns aspectos de extrema relevância para entendimento do indivíduo e sua participação na Cultura Organizacional. Tais aspectos, quando incorporados no dia a dia das Empresas e dos Colaboradores, são grandes alavancas que permitem apurar e entender a satisfação individual e em grupo, a diminuição dos índices de rotatividade, os custos de manutenção e treinamento dos funcionários etc.

Quantas Organizações enfatizam e trabalham esses aspectos, antes de analisar os números decorrentes das pesquisas aplicadas? Quantas entendem e incentivam a adoção desses aspectos antes de tomadas de decisões?
Tais aspectos são primordiais para o cenário Organizacional. A partir do incentivo, entendimento e aplicação dos mesmos, como valores, várias pesquisas poderão ser aplicadas , gerando planos de ação, com resultados palpáveis não só para o Empregador mas também para Empregado.

Acredito que cada vez mais Empregadores e Empregados tem necessidades parecidas no que tange a mensuração de desempenho, diminuição de taxas de rotatividades e visão de possíveis investimentos em novas formações. Diante desse cenário, porque não trabalhar a Cultura Corporativa no sentido de expandir esses conceitos e obter melhores resultados?

Verdade – É o grande simplificador. Mentir dá muito trabalho! Qualquer relacionamento, seja de curto, médio ou longo prazo, fica muito mais simples e energizado quando existe um ambiente de abertura e verdade.

Escolha – Eu escolho meus próprios valores para conduzir minha vida. Ou, posso optar por não escolher e me deixar levar, o que também se transformará em uma escolha, em omissão. Só não escolhe quem não tem livre arbítrio e, só não tem livre arbítrio quem não tem coragem de Ser.

Simplicidade – As mais profundas soluções são simples. O mais simples é melhor, custa menos, é mais rápido. Apenas cuidado. Não escolha o mais simples por ser mais fácil. Isso pode ser uma armadilha! Para isso, o auto conhecimento é fundamental!

Ilimitação – Não temos limites em nosso potencial. Nosso limite é nossa crença de que podemos ou não efetuar determinada tarefa.

Holismo – Reunião de todos os aspectos de uma pessoa (pensamento, comportamento, sentimento e corpo) Estes, estarão sempre relacionados. Somos seres únicos, porém, com vários aspectos.

Completude – Efetividade e alegria são aumentadas quando concluimos experiências inacabadas ou pendentes. Pessoas acabativas são mais valorizadas e mais felizes no dia a dia. Não carregam consigo o fantasma de uma lista de coisas a fazer. Passam o dia diminuindo a bagagem e não aumentando.

Dimensões – As dimensões básicas do funcionamento humano são: inclusão, controle e abertura

Auto-estima – Todo comportamento deriva da auto – estima. Se me valorizo, me gosto e me admiro, tenho total controle sobre minhas emoções e sobre a imagem que reflito no outro.

O quanto voce esta familiarizado com esses aspectos? E a sua Organização? Voces entendem que estar em perfeita sintonia em relação a esses aspectos trará resultados muito melhores? Todos trabalharão mais felizes, enquanto Colaboradores. E a Empresa, enquanto investidora, terá muito mais clareza nas expectativas do retorno do investimento feito em cada um de vocês.

Na próxima semana estaremos de volta falando um pouco mais sobre o assunto! Até breve.

conceito extraído do livro Elemento Humano de Will Schutz, pag. 21

Postador Dea Pacheco

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta

Primeiramente obrigado por acessar o Portal Gestão de Pessoas, e por participar deixando seu comentário ou pergunta.

Caso seja necessário estaremos moderando e respondendo seu comentário e/ou pergunta. Seja cordial no que escrever e veja se sua dúvida já não foi questionada e respondida em outros comentários ou artigos no site.

Agradecemos sua visita e volte sempre!

Vanderlei Moraes
Administrador do Portal