Boletim Informativo

Cadastre seu e-mail abaixo e receba nossos informativos:

» » » » » Inclusão e Relações Interpessoais

 Inclusão, como um conceito nas relações interpessoais refere-se ás associações entre pessoas: o desejo de receber atenção, interagir, pertencer, ser único. Ser único implica que você esteja suficientemente interessado em mim para descobrir quem eu sou. (Will Schultz, pag. 28)

Inclusão não acarreta forte envolvimento emocional entre os indivíduos. Como a inclusão é o primeiro processo na formação do grupo, trata-se da primeira questão a ser decidida pelo individuo: quero ou não fazer parte desse grupo? Minhas ideias e meus ideais tem aderência ao contexto desse Grupo ou, apenas estou integrando-o por uma comodidade funcional?

Quando pensamos na decisão da inclusão em qualquer Grupo social, seja ele de trabalho ou não, nos baseamos em dois aspectos: o racional; que identifica minha preferencia de contato com o determinado grupo e, o defensivo; que está intimamente ligado a minha ansiedade de ser aceito e ser incluído pelo Grupo ou não.
A decisão de caminhar mais para o âmbito racional ou defensivo tem a ver com características pessoais, tais como timidez, rigidez e necessidade de demonstração e troca afetiva.

Falando de um mundo ideal, as pessoas deveriam ser incluídas sem nenhum pre julgamento e, acolhidas de maneira natural e espontânea, pelo simples fato de desejarem manter uma conexão com o outro.

Infelizmente, em vários ambientes, nós nos deparamos com pessoas que fazem questão de dificultar a inclusão tanto do outro como de si mesmo. Dessa forma se mantem isoladas e isolam o outro, perdendo uma grande oportunidade de crescimento pessoal.

Essa semana li uma matéria muito interessante na Revista Veja, do psicólogo John Cacioppo falando sobre essa coisa do isolamento e de pessoas que mantem a opção de não interagir e de não se incluir ou permitir a inclusão do outro.

Segundo o psicólogo a linha que separa os resultados positivos dos negativos a partir dessa escolha de não inclusão e total isolamento, é muito pequena e, consequentemente, os resultados também.

Recomendo a leitura dessa matéria para entendimento do isolamento como opção e, do isolamento como consequência de escolhas mal feitas para observação dos resultados de nossas escolhas.

Uma boa semana a todos e ate à próxima!

Postador Dea Pacheco

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta

Primeiramente obrigado por acessar o Portal Gestão de Pessoas, e por participar deixando seu comentário ou pergunta.

Caso seja necessário estaremos moderando e respondendo seu comentário e/ou pergunta. Seja cordial no que escrever e veja se sua dúvida já não foi questionada e respondida em outros comentários ou artigos no site.

Agradecemos sua visita e volte sempre!

Vanderlei Moraes
Administrador do Portal