Boletim Informativo

Cadastre seu e-mail abaixo e receba nossos informativos:

» » » Algumas considerações importantes sobre o tema Liderança.


Por Luciana Cardoso

Tenho refletido bastante sobre a importância da postura dos líderes nas organizações.  Ouço muitos relatos tanto positivos, quanto negativos e gostaria de compartilhar com vocês tal reflexão.

O líder pode e deve contribuir para a manutenção de um clima harmônico com os seus subordinados e colegas devendo, sem sombra de dúvidas, gerar estímulos motivacionais em sua equipe. Entretanto, quando nos deparamos com a situação inversa, que não  é tão incomum, as consequências podem ser imensuráveis.

Sem generalizações, sabemos que muitos líderes ocupam tais posições de chefia por mérito, fruto do desenvolvimento de um excelente trabalho. Porém, a grande discussão que se propaga hoje entre nós, profissionais da área de pessoas, é a seguinte: Nem todo bom chefe é ou será um bom líder. Tal afirmativa, ou pergunta, dependendo da abordagem que se dê, perpassa pelos aspectos comportamentais e não somente funcionais que são requeridos de um líder.

Outro ponto bastante curioso com relação aos profissionais que ocupam cargos de liderança é o quão jovens eles alcançam tal patamar. O resultado é uma falta de bagagem vivencial que pode desencadear em um gerenciamento ineficaz da equipe. Muitos jovens ascendem ao cargo de liderança e por medo, ou até mesmo inexperiência, sentem dificuldade em assumir a postura de líderes. Um exemplo disso são as relações com os antigos colegas de trabalho, agora subordinados. Recentemente uma revista de grande circulação publicou uma matéria sobre o tema. Nela, um dos pontos mais abordados foi o relacionamento interpessoal dos líderes. Em alguns relatos, foram observados que muitos destes passaram por uma situação extremamente desconfortável ao defenderem perante a organização o ponto de vista de um colega de trabalho de sua equipe.

Sabemos que o motivo de observarmos a ascenção de tantos líderes jovens tem relação com a escassez de mão-de-obra qualificada e o crescimento econômico do país. Ou seja, aqueles que possuem a qualificação requerida pela empresa acabam, muitas vezes, atropelando um processo de desenvolvimento e atingindo uma senioridade prematura.

Prefiro ser otimista e acreditar que com a implementação de um RH estratégico, as companhias, em breve, apostarão mais na preparação através de programas de capacitação e desenvolvimento.

Enquanto isso não ocorre, penso que está mais do que na hora das grandes corporações repensarem a temática acompanhando de perto de que forma os seus líderes comandam suas equipes
.
Luciana Cardoso possui MBA em Gestão de Pessoas pela Fundação Getúlio Vargas. Graduada em Relações Internacionais pela Universidade Cândido Mendes. Sócia na Imigra Visas Serviços Especializados Ltda. Consultora e Palestrante na área de Gestão de Pessoas. Trabalhou em empresas do setor de óleo & gás e de logística. Proprietária do Blog Uma Gestão por Pessoas e autora no Portal Gestão de Pessoas. Trabalhou em empresas multinacionais nos segmentos de logística e petróleo & gás.
 Twitter: @lu_ncardoso

Postador Luciana Cardoso

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

3 comentários:

  1. Ola boa tarde. Esta acontecendo exatamente isso comigo,me sinto imatura e inexperiente para assumir um cargo ao qual fui convocada na empresa onde trabalho, porem a oferta financeira e muito interessante o que e aconselhavel neste caso?

    ResponderExcluir
  2. Boa Noite.
    É dificil tecer algum comentário ou aconselhamento analisando o fato superficialmente. Aceitar o desafio é um bom começo. Você já reconheceu que não está preparada para exercer um cargo de liderança. Tente revindicar junto a sua empresa um curso de desenvolvimento de liderança, por exemplo. Caso não seja possível, uma outra opção é buscar o aconselhamento dos colegas mais antigos que exerçam cargos de liderança na empresa. Troque experiências, observe e também procure se aproximar de seus subordinados.
    Caso queria conversar mais sobre o assunto é só me mandar um e-mail. lcardoso.consultores@gmail.com

    Um forte abraço e sucesso!

    Luciana

    ResponderExcluir
  3. Ola Luciana, muito obrigada pela prontidao e presteza. Usarei seus conselhos sim e pesquisarei muito sobre gestão de pessoas e sobre o departamento que escolhi para gerir pois eles me ofereceram duas oportunidades, o que me deixou ainda mais confusa, sem contar que estou de licença maternidade mas enfim, decisão tomada e muita motivação pra começar esperando que me torne uma boa gestora.Volto aqui depois para contar-lhes a experiencia. Grande beijo e Parabens pelo seu trabalho.

    ResponderExcluir

Primeiramente obrigado por acessar o Portal Gestão de Pessoas, e por participar deixando seu comentário ou pergunta.

Caso seja necessário estaremos moderando e respondendo seu comentário e/ou pergunta. Seja cordial no que escrever e veja se sua dúvida já não foi questionada e respondida em outros comentários ou artigos no site.

Agradecemos sua visita e volte sempre!

Vanderlei Moraes
Administrador do Portal