Boletim Informativo

Cadastre seu e-mail abaixo e receba nossos informativos:


Autor: Samara Teixeira

Produzir resultados positivos em meio a um ambiente cheios de mudanças constantes, em que a cada dia surge uma tecnologia nova e empresas mudam seus planos de negócios para tornarem-se competitivas e alcançarem novos patamares, virou um grande desafio. Para crescer neste meio é necessário que se tenha uma nova abordagem de comportamento e existem pessoas que tem grandes chances de desenvolvimento neste contexto, é a chamada Geração Flux.

O que caracteriza este grupo é que ele é totalmente moldado pela instabilidade, abraçam o imprevisível, toleram, e até mesmo, gostam de mudanças de carreiras e modelos de negócios. Essa mobilidade não significa constante mudança de emprego e, sim, não aceitar o cômodo ou o estável – buscam maneiras não convencionais de mostrarem os melhores resultados e são felizes no caos.

Vivemos um tempo de intensas transformações nos relacionamentos e, por consequência, nas formas de comunicação. Isso é o resultado dos avanços tecnológicos e da exposição a grande quantidade de informações que todos somos submetidos atualmente. Para Sidnei Oliveira, diretor da Kantu Educação Executiva, diferente da famosa Geração Y, os “fluxers” não se caracterizam por uma faixa de idade, expectativas de vida ou padrão de consumo. A definição se refere muito mais ao comportamento desestruturado e não-linear que diversas pessoas estão adotando em suas vidas, motivadas principalmente por um cenário caótico e mutante que observam ao seu redor.

Essa geração é formada por pessoas que se adaptaram melhor ao fluxo inesgotável de informações (por isso o termo “Flux”) e utilizam qualquer ferramenta para interação e trabalho. Estão sempre conectadas e buscando inovações. Além disso, adotam uma forma de interagir com as coisas, acreditando que sempre há como fazer melhor. Elas conseguem se motivar e estruturam suas expectativas.

Segundo Guilherme Rego, fundador da Elevartis, “essa característica é muito buscada em líderes e profissionais de uma maneira geral.  O que acontece é que poucas empresas, e profissionais de RH, conhecem o termo “Geração Flux”. Os profissionais mais assertivos e determinados alcançam visibilidade com maior rapidez nas corporações, contudo, os líderes precisam estar melhor preparados para identificá-los”.


Características da Geração Flux

Um profissional Flux não teme a demissão, “não porque é ‘empregável’ – termo usado para definir um bom profissional na década de 1990 – mas, sim, porque confia em sua rede de relacionamentos e em sua capacidade de adaptação em diversos cenários profissionais”, afirma Oliveira. Ele tem a convicção de que sempre há emprego para quem inova e faz acontecer.

O “fluxer” é ambicioso com sua trajetória, diante de um profissional em posição mais privilegiada que a sua normalmente aspira a posição superior e procura planejar como fazer para chegar lá e quanto tempo isso irá levar, ao invés de ficar questionando e lamentando pela atual situação.

Para o fundador da Elevartis, pessoas que trabalham com tecnologia, por exemplo, e que rapidamente ficam obsoletas e precisam ser substituídas, são grandes candidatos a serem “fluxers”.  Presidentes que assumem empresas de determinado segmento sem nunca terem trabalhado no ramo e, ainda assim, fazem belíssimas gestões, também são exemplos desta geração.

” Atualmente, profissionais da área de mídia impressa, que rapidamente viram seu mercado encolher devido o crescimento devastador da mídia digital, são pessoas que sobreviveram às mudanças, aprendendo a adaptar a linguagem e utilizar novas tecnologias e meios digitais diferenciados”, conclui Guilherme.



Postador Vanderlei Moraes

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta

Primeiramente obrigado por acessar o Portal Gestão de Pessoas, e por participar deixando seu comentário ou pergunta.

Caso seja necessário estaremos moderando e respondendo seu comentário e/ou pergunta. Seja cordial no que escrever e veja se sua dúvida já não foi questionada e respondida em outros comentários ou artigos no site.

Agradecemos sua visita e volte sempre!

Vanderlei Moraes
Administrador do Portal