Boletim Informativo

Cadastre seu e-mail abaixo e receba nossos informativos:


                                                                           por Gerson Rodrigues



A qualidade de vida de uma pessoa está diretamente relacionada à qualidade de suas ESCOLHAS.
Um trecho do Talmude (um livro sagrado do judaísmo) propõe a seguinte reflexão:

“Preste atenção em seus  pensamentos porque eles se tornarão palavras. Preste atenção em suas palavras porque elas se tornarão atitudes. Preste atenção em suas atitudes porque elas se tornarão hábitos. Preste atenção em seus hábitos porque eles se tornarão seu caráter, e preste atenção em seu caráter porque ele se tornará seu destino.”

A partir dessa reflexão podemos compreender que ATINGIR QUALIDADE DE VIDA é uma responsabilidade individual. Portanto, podemos inferir que o conjunto de escolhas de uma pessoa interfere em sua qualidade de vida. Veja bem: Interfere, não determina!

Na grande maioria das vezes, principalmente na sociedade ocidental, as pessoas tendem a “terceirizar” a responsabilidade dos seus resultados, e por conseguinte, das suas escolhas. 

Se analisarmos a fundo, vamos perceber que o que determina de fato a qualidade de vida de uma pessoa SÃO SUAS PRIORIDADES. As prioridades de um indivíduo vão se formatando a partir do conjunto de escolhas que ele determina para si ao longo de sua existência. Tudo na vida são escolhas. Escolhemos viver, respirar, acordar todos os dias, ir para o trabalho, nos vestir, sorrir ou, chorar, agradecer, lamentar, agir ou, ficar parado, enfim... A cada instante, consciente ou inconscientemente, estamos ESCOLHENDO. É fascinante notar que a maioria das pessoas está tão automatizada em suas experiências cotidianas que não reflete mais sobre suas próprias prioridades, e elas escolhem  num automatismo assustador. E o que é ainda pior: Lamentam dos resultados que obtém e consequentemente das experiências que vivem. Qualidade de vida significa harmonia, bem-estar, paz interior, equilíbrio nos diversos aspectos da vida, tanto mentais, quanto físicos e até mesmo espirituais. Qualidade de vida é um estado dinâmico, que está muito vinculado a percepção neurológica que formamos das experiências que estamos vivendo no momento presente. Ora, nossas atuais experiências nada mais são do que o RESULTADO das escolhas que fizemos no passado, remoto ou recente.

Cada área de nossas vidas precisa possuir metas e prioridades bem definidas. O que mais afeta a qualidade de vida das pessoas é a perda de energia que se reflete em perda de entusiasmo, motivação, prazer, produtividade.

Sempre que você notar que o nível de sua qualidade de vida caiu pergunte-se: Quais estão sendo as minhas reais prioridades.

Eu digo prioridades reais, não as que você diz possuir, mas aquelas que você vivencia de fato.

Se você diz que saúde é uma prioridade, observe o que de concreto você está fazendo por ela. Seus hábitos são saudáveis? Mais saudáveis que no trimestre passado?

Se sua prioridade é ampliar seu conhecimento em determinada área, quanto do seu tempo você vem dedicado a isso? Com que freqüência, determinação e produtividade?

Em geral as pessoas declaram como prioridades coisas que não tratam desta maneira e continuam sempre queixosas sobre a sua baixa qualidade de vida.

Qualidade de vida é um conjunto de escolhas pertinentes a cada indivíduo e contempla as particularidades de cada indivíduo. Cada um de nós possui limites de esforço diferentes, energia disponível diferente, capacidade de adaptação diferente, crenças e valores diferentes. Sua qualidade de vida depende essencialmente de quem você é de fato, ou seja, da sua ESSÊNCIA. Por isso, pessoas que não se dedicaram a se conhecer melhor apresentam sempre pior qualidade de vida. Se você não sabe definir bem a si mesmo, não definirá bem suas prioridades, e assim, fará escolhas inadequadas!

Mude suas prioridades e você mudará sua vida como um todo!


Para mais acesse: www.gentemais.com


Postador Gerson Rodrigues

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta

Primeiramente obrigado por acessar o Portal Gestão de Pessoas, e por participar deixando seu comentário ou pergunta.

Caso seja necessário estaremos moderando e respondendo seu comentário e/ou pergunta. Seja cordial no que escrever e veja se sua dúvida já não foi questionada e respondida em outros comentários ou artigos no site.

Agradecemos sua visita e volte sempre!

Vanderlei Moraes
Administrador do Portal