Boletim Informativo

Cadastre seu e-mail abaixo e receba nossos informativos:

» » » » » » » INSS erra cálculo e quase três milhões de segurados receberão diferença


Quase três milhões de segurados do INSS vão receber um dinheiro extra. Ao todo, o instituto vai desembolsar R$ 728 milhões, por ano, na revisão do valor de benefícios.
Foi um erro de cálculo que o INSS admite ter cometido e que, com o acordo feito nesta quinta (2), se compromete a pagar a partir de janeiro. A revisão foi determinada pela Justiça Federal de São Paulo.
Serão revisadas as pensões de 491 mil segurados que recebem auxílio doença, auxilio acidente, aposentadoria por invalidez e pensão por morte. Auxílios concedidos entre 1999 e 2009.
E também serão pagos os atrasados para 2.296.000 de segurados que tiveram o benefício encerrado. Por exemplo, pessoas que se acidentaram.
O INSS estima que só com os atrasados vai gastar R$ 7,7 bilhões. Serão pagos R$ 56 milhões por mês, R$ 728 milhões por ano.
O acordo estabeleceu também que ninguém vai precisar correr para as agências. Desta vez é o INSS que vai atrás das pessoas. O contato com os quase três milhões de brasileiros será feito até o fim de janeiro do ano que vem. E os beneficiados receberão cartas com as informações.
“Vamos comunicar dizendo que ela tem direito. E quando ela tem direito qual é o valor que ela tem direito e quando é que ela vai receber nos termos do acordo proposto”, disse o presidente do INSS Mauro Hauschild.
Não precisa correr atrás, mas atenção para o calendário: em fevereiro será paga a revisão para quem tem mais de 60 anos. Quem tem entre 46 e 59 anos começa a receber em 2014. Já até 45 anos, ganha o benefício de 2016 a 2019. A partir daí, começam a receber os trabalhadores que tiveram o benefício encerrado.
“Nós ficamos assim meio indignados, porque nós entendemos que dez anos é muito. Mas, aí tem um lado positivo de quem continua recebendo o benefício, que são as pessoas que mais precisam”, afirmou João Batista Inocentini, presidente do Sindicato Nacional dos Aposentados.
Fonte: Jornal Nacional

Postador Vanderlei Moraes

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta

Primeiramente obrigado por acessar o Portal Gestão de Pessoas, e por participar deixando seu comentário ou pergunta.

Caso seja necessário estaremos moderando e respondendo seu comentário e/ou pergunta. Seja cordial no que escrever e veja se sua dúvida já não foi questionada e respondida em outros comentários ou artigos no site.

Agradecemos sua visita e volte sempre!

Vanderlei Moraes
Administrador do Portal