Boletim Informativo

Cadastre seu e-mail abaixo e receba nossos informativos:

» » » » » » » » Jovens encontram dificuldades na busca pelo primeiro emprego


Com mercado cada vez mais exigente, experiências em cursos profissionalizantes se tornam diferenciais nos processos seletivos

Google Images
Ter o primeiro emprego é o sonho de muitos jovens. No entanto, o mercado de trabalho tornou-se mais exigente na escolha dos candidatos, sejam eles profissionais especialistas e maduros ou jovens inexperientes em busca de seu primeiro emprego.

Para a coordenadora de triagem e encaminhamento do Ensino Social Profissionalizante (Espro), Luciana Koyama, “as empresas e seus gestores prezam cada vez mais por pessoas  preparadas para enfrentar as diversidades do dia a dia. Para isso, candidatos qualificadas, cultos, com disponibilidade e  comprometidos com sua carreira e também com a empresa para a qual está se candidatando é um diferencial”, conta.

A busca pelo primeiro emprego parece ser desesperadora, pois, muitas vezes, os jovens não sabem como iniciar a procura por uma oportunidade e acabam ficando confusos e ansiosos, já que se tratado seu futuro profissional. Segundo o psicólogo clínico e organizacional Luiz Neto, “um dos primeiros passos para ajudar os jovens é fazer cursos que possam despertar o interesse por alguma área de atuação”, afirma.

Um dos questionamentos mais comuns entre os jovens é: Como ter experiência se não tenho oportunidade? Para o analista pessoal Vanderlei Moraes, a busca por profissionalização técnica ajuda muito, pois enriquece a mão de obra e também contribui no desenvolvimento teórico e prático dos profissionais. “Os cursos técnicos dão uma bagagem prática maior que a própria faculdade, na qual os conteúdos são abordados, muitas vezes, na teoria”, diz.

Como se portar na entrevista de emprego?

É difícil manter o controle e mostrar-se sereno em sua primeira entrevista, mas é fundamental que o candidato esteja atento às perguntas que lhe são dirigidas. “É importante que o jovem responda aquilo que faz sentido sem tentar inventar ou interpretar uma resposta pensando em agradar o selecionador. Caso ele se depare com uma situação na qual não vivenciou ou até mesmo discorde, é importante ser verdadeiro e informar que não tem a vivência sobre a situação, mas é primordial expressar sua opinião”, afirma Luciana Koyama.

O  psicólogo clinico Luiz Neto lembra que tudo depende do ambiente onde será realizada a entrevista, como será a receptividade do entrevistador e etc. “Uma das coisas que considero primordial nos processos seletivos de aprendizes (1º emprego), é tentar absorver e entender o objetivo e o porque do 1º emprego e, claro, nunca deve-se passar a impressão de uma pessoa que na realidade não é”, conta.

Erros que devem ser evitados

Moraes lembra que o curriculum vitae é um espelho das experiências e conhecimentos de cada um e que os dados devem ser verdadeiros. “É muito embaraçoso, até para o entrevistador, quando mentiras no CV são descobertas durante uma entrevista e isso acontece muito frequentemente”.

Segundo Neto, a roupa pode interferir na hora da escolha, já que ela é a representação da sua pessoa. “O jovem por falta de experiência acaba pecando neste item, as mulheres por decotes, roupas curtas, maquiagem exagerada e homens pelo boné e roupas muito largas”, conclui.

Informações que são imprescindíveis no CV

- Identifique-se: coloque sua idade, no entanto, não há necessidade de inserir n° de documentos ou data de nascimento;

- Telefone: Inserir o número de celular e também fixo. Em caso de telefone para recado, é importante avisar os familiares para anotarem as informações caso alguma empresa entre em contato.

- E-mail;

- Endereço completo;

- Cursos extracurriculares concluídos ou em andamento;

- Escolaridade com o período que está cursando.


Postador Vanderlei Moraes

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta

Primeiramente obrigado por acessar o Portal Gestão de Pessoas, e por participar deixando seu comentário ou pergunta.

Caso seja necessário estaremos moderando e respondendo seu comentário e/ou pergunta. Seja cordial no que escrever e veja se sua dúvida já não foi questionada e respondida em outros comentários ou artigos no site.

Agradecemos sua visita e volte sempre!

Vanderlei Moraes
Administrador do Portal